Jaguaquara registrou mais 07 casos de coronavírus em 48 horas, perfazendo um total de 23 casos positivos

Casos começaram a crescer em Jaguaquara.

O número de casos registrados no boletim epidemiológico de Covid-19 de Jaguaquara teve um crescimento exponencial, num período de 48 horas. Na segunda-feira (25) e na terça (26), foram registrados pela Secretaria Municipal de Saúde mais 07 casos, perfazendo um total de 23 confirmados. Destes, 13 casos foram diagnosticados por testes rápidos e 10 por laboratórios.

A Secretaria, através de um card [arte gráfica] em rede social revela ainda que 13 dos infectados já foram recuperados. Os que estão em quarentena somam 221 pessoas. Outras 04 foram submetidas a exames e aguardam resultados.

No início do mês, criou-se uma polêmica na cidade após contestações em rede social, de um óbito referente a uma idosa de 84 anos, moradora de Itatim/BA, que estaria há dois meses na casa de familiares no bairro Cruzeiro, e que faleceu no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, no dia (14) de maio, cujo atestado de óbito confirmou morte por pneumonia e posteriormente veio da SESAB o resultado de material coletado e encaminhado ao Lacen, confirmando que a paciente também teria contraído o vírus. Contudo, e SESAB seguiu critérios adotados pela pasta e computou o óbito para Itatim, cidade de origem da vítima, onde ela teria apresentado enfermidades antes de ser trazida para Jaguaquara.

Em entrevista a emissoras de rádio da cidade, na  última segunda-feira, o prefeito Giuliano Martinelli (PP) fez elogios ao comportamento da população, que segundo o alcaide tem seguido as regras impostas pelos decretos publicados, como por exemplo o suo de máscaras e que as emissoras de rádio tem estimulando as pessoas a ficarem em casa e obedecerem às recomendações de isolamento social.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Blog Marcos Frahm /Foto: Blog Marcos Frahm