Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados por coronavírus

Bolsonaro argumenta que o projeto é inconstitucional.

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que previa indenização de R$ 50 mil a trabalhadores da Saúde incapacitados em razão do coronavírus. A decisão foi publicada na edição da madrugada de hoje (4) do Diário Oficial da União. 

Bolsonaro argumenta que o projeto é inconstitucional e contrário ao interesse público, porque consistia em “benefício indenizatório para agentes públicos e cria despesa continuada em período de calamidade no qual tais medidas estão vedadas”. 

O texto, que ainda prevê pagamento para famílias de profissionais de saúde que morreram de Covid-19, havia sido aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado e dependia somente da sanção do presidente. 

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro 1