Weintraub quer impedir aluno que tira nota baixa no Enade de se formar

Ministro atribui baixo desempenho à falta de incentivo para fazer as provas.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, se queixou do desempenho abaixo da média de alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e quer criar mecanismos de punição para o baixo desempenho. “Eu gostaria que essa pessoa não pudesse se formar”, declarou Weintraub ontem (4).

Segundo o ministro, parte do baixo desempenho pode ser atribuído ao pouco incentivo que o aluno tem para fazer a prova. “O aluno faz a prova como se não houvesse amanhã”, afirmou, se referindo ao fato de que a participação no exame é obrigatória, podendo atrasar a colação de grau, mas o desempenho não tem consequências para o estudante, o que leva muitos alunos a entregar a prova em branco.

Também seriam criados mecanismos positivos como incentivo, como divulgar notas acima de 80, o que pode ser útil no momento que o estudante for para o mercado de trabalho.

Metro 1/Foto: Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil