Vladimir Safatle no TVE Entrevista Especial com Bob Fernandes

No programa ele fala sobre o atual cenário político brasileiro, o governo do Presidente Jair Bolsonaro e sobre a situação das Universidades Federais.

Filósofo, psicanalista e professor universitário, Vladimir Safatle é o convidado de Bob Fernandes no TVE Entrevista Especial desta quarta-feira (14), às 22h, na TVE Bahia.

Escritor, lançou este ano o livro ‘Dar corpo ao impossível: O sentido da dialética a partir de Theodor Adorno’. A entrevista completa poderá ser acompanhada no Facebook oficial da emissora (/tvebahia), no Twitter (/tvebahia), no canal do YouTube (/tvebahia), no Portal www.tve.ba.gov.br/tveonline.

No programa ele fala sobre o atual cenário político brasileiro, o governo do Presidente Jair Bolsonaro e sobre a situação das Universidades Federais. Professor titular da Universidade de São Paulo (USP), Safatle aponta a importância das universidades brasileiras, sobretudo das federais.

Na entrevista, ele analisa o desmonte da educação pública no Brasil e faz questão de ressaltar que essa é a primeira geração nas universidades federais onde 54% dos alunos são negros e 52% são mulheres. “É contra esse tipo de processo que está em marcha que o governo está colocando suas mãos. Eles não têm outro projeto e simplesmente estão querendo desmontar até o limite”, diz.Crítico do atual governo federal, que ele chama de “governo de tendência protofascista”, o filósofo fala sobre a conjuntura política e afirma que “o presidente não governa.

Ele mobiliza continuamente o seu setor de apoiadores, que dá mais ou menos 30% da população que vai com ele até o fim, pois existe um processo de identificação muito clara”. Safatle falou também sobre a reforma da previdência, aprovada em segundo turno pela Câmara dos Deputados, no início de agosto, e que segue agora para votação no Senado.

Para Safatle, o que aconteceu significou uma das maiores derrotas da classe trabalhadora brasileira e que, segundo ele, demostra o desenvolvimento de um processo baseado pura e simplesmente na concentração de renda.A entrevista será exibida também no domingo (18), às 22h30, e quarta-feira (21) , às 22h. 

ASCOM – Assessoria de Comunicação