AmargosaCidades do Recôncavo e ValeDestaquesEntretenimentoVale do Jiquiriçá

Sem festejos, Amargosa estima prejuízo de R$ 30 milhões

O prejuízo do segundo ano consecutivo sem as celebrações é de R$ 30 milhões, segundo estimativa informada pelo prefeito do município, Júlio Pinheiro.

No início do mês de março a prefeitura de Amargosa, uma das mais famosas no quesito festejos juninos, confirmou o cancelamento do São João 2021. O prejuízo do segundo ano consecutivo sem as celebrações é de R$ 30 milhões, segundo estimativa informada pelo prefeito do município, Júlio Pinheiro.

“Amargosa tem uma injeção de cerca de R$ 30 milhões na sua economia durante o período, o que representa quase 10% do PIB municipal. Durante os festejos, o comercio na cidade vende mais que o período do natal. Toda a economia é movimentada, desde desde pousadas até restaurantes e estabelecimentos temporários no período da festa. É uma cadeia”, afirmou durante entrevista no programa Jornal da Bahia no Ar, da Rádio Metrópole.

Questionado sobre os recentes tremores registrados na cidade, Júlio Pinheiro afirma que os abalos sísmicos não são fortes o suficiente para causar danos nas residências e na integridade física das pessoas. “Temos monitorado e percebido que os tremores têm sido constantes, mas como os graus são baixos, não representam riscos e muitas vezes não são nem percebidos pela população”, completou. 

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro 1/Foto: arquivo Recôncavo no Ar

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo