Esportes

Romário lamenta morte de Maradona: ‘Me tratava como irmão’

De acordo com a imprensa argentina, Maradona morreu vítima de um ataque cardíaco, em sua casa. 

Ex-jogador da seleção brasileira, o hoje senador Romário lamentou a morte do Diego Maradona.  Em texto publicado nas redes sociais, Romário Faria lembrou da relação de amizade entre os dois. 

“Meu amigo se foi. Maradona, a lenda! O argentino que conquistou o mundo com a bola nos pés, mas também por sua alegria e personalidade única. Já disse algumas vezes, dos jogadores que vi em campo, ele foi o melhor. Sua passagem pelo mundo levou muita felicidade ao seu país e encantou a todos nós. Nunca vou esquecer das risadas que demos juntos. Certamente, ele nunca foi um adversário. Me chamava de Chapolin e me tratava como irmão. Um menino, que se foi cedo demais. Meu abraço aos argentinos, à família”, escreveu. 

De acordo com a imprensa argentina, Maradona morreu vítima de um ataque cardíaco, em sua casa. 

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro 1/ Foto : Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo