Roger indica João Pedro no meio e convoca torcida para duelo contra o Vasco

Nino Paraíba, volta a assumir a lateral contra a equipe carioca.

A expulsão do volante Ronaldo no triunfo do Bahia por 2 a 1 diante do CSA – partida que encerrou um jejum de nove jogos da equipe sem vencer – fez com que o técnico Roger Machado perdesse a oportunidade de voltar a repetir a equipe titular do jogo contra a equipe alagoana no duelo desta quinta-feira, 5, contra o Vasco, pela 37° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Com o desfalque e a falta de opções no elenco, Roger indicou em entrevista coletiva concedida na Arena Fonte Nova nesta quarta, 4, que o atual titular da lateral-direita, João Pedro, deverá compor a trinca no meio com Gregore e Flávio. Assim, Nino Paraíba, volta a assumir a lateral contra a equipe carioca.

“João é uma alternativa. A gente não tem muitas, se precisar manter os três médios por dentro. Como foi contra o Goiás, que o João fez um belo gol. É uma alternativa e é bem provável que possa acontecer”, disse o treinador.

O Bahia que fez um excelente primeiro turno no Brasileirão, chegando a terminar dentro do grupo de equipes que se classificavam para a LIbertadores, caiu de produção na segunda parte do campeonato e conquistou apenas 17 pontos em 17 jogos, a 15° campanha durante período.

Em todo o segundo turno, o Tricolor conquistou apenas um triunfo dentro de casa, na partida contra o Botafogo, no dia 25 de setembro, pela 21° rodada do campeonato. Desde então são sete partidas como mandante, com quatro empates e três derrotas.

“Retrospecto recente, teve uma queda. Dentro da nossa casa, o que eu tenho de lembrança do torcedor é que essa energia que passa, já relatei, no último jogo em casa, empate contra o Atlético-MG, quando parte da torcida decidiu nos vaiar, algo que é difícil para o atleta. De todo modo, quando o torcedor não gosta, ele se manifesta. Contra o Atlético-MG, ele transformou o estádio em um caldeirão, abafando e fazendo com que parte da torcida viesse junto com eles. Isso repetido várias vezes, faz com que a gente tenha uma confiança. Essa é a grande diferença que vi de outras equipes por quais passei e joguei contra. Essa energia vinda do torcedor, que apoia quando mais precisa, que eu queria ver ampliada”, comentou Roger.

O treinador completou. “Os atletas nunca então jogando de má vontade. Isso, com toda segurança de quase 30 anos de futebol, é muito raro de acontecer. Não pode dizer que não aconteça, mas é raro. O que acontece é a perda de confiança, que faz com que tu erre gestos simples. Perda de confiança se atribuiu a medo, fala que o time é pipoqueiro. Amanhã, que nosso torcedor possa nos ajudar como tem nos ajudado, enchendo a Fonte Nova e nos empurrando para o ataque”.

A dois jogos do fim da Série A, mesmo que pareça improvável, o Bahia ainda tem chances de se classificar para a Libertadores . Roger Machado mantém as esperanças de uma classificação para o torneio continental, mas coloca como meta fazer a melhor campanha do clube na história dos pontos corridos.

“Naquele jogo contra o CSA, no último domingo, deixamos para trás o momento de instabilidade, que durou mais do que a gente gostaria. Pensado no jogo como um elemento de decisão, porque era decisivo. Nos deu um otimismo, porque com resultados combinados, a gente vive essa expectativa, embora remota. O que nos motiva é terminar o ano bem, fazer a melhor campanha na história dos pontos corridos. Se isso acontecer, com os resultados paralelos ajudando, a gente pode pensar em alguma coisa. É o resgate da confiança e a possibilidade de fazer em casa, diante do torcedor, a gente deixar uma boa imagem dentro de casa”, concluiu.

Foco no Vasco

Roger Machado promoveu uma atividade com elenco do Bahia como encerrramento da preparação na manhã desta quarta, na Arena Fonte Nova, palco do jogo de quinta-feira contra o Vasco. 

O grupo de jogadores participou de um treino recreativo, o popular rachão, que terminou empatado em 3 a 3. Os gols do time de colete foram marcados pelo goleiro Fernando Castro (2x) e Juninho. Já para a equipe azul, balançaram as redes Shaylon, Gregore e Lucas Fonseca.

Os únicos que ficaram de fora da atividade, foram o volante Elton e o meia Marco Antônio, que trabalharam na academia do Fazendão. Outro a não participar foi o atacante Rogério, que tratou a lesão muscular na fisioterapia.

Após a atividade na Fonte o elenco seguiu para a concentração. A partida contra o time carioca está marcada para às 19h15, e é válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A Tarde