PSG se pronuncia em nota apoiando Neymar: ‘Não há espaço para o racismo’

Por conta da confusão em campo, que acabou gerando agressões verbais entre os jogadores e um tapa.

O Paris Saint-Germain se pronunciou nesta segunda-feira (14) sobre o caso entre o atacante Neymar e o zagueiro do Álvaro González, após o brasileiro alegar que foi vítima de racismo pelo adversário na partida entre o PSG e o Olympique de Marselha no último domingo (13), pela terceira rodada do Campeonato Francês.

“O Paris Saint-Germain apoia fortemente Neymar Jr., que disse ter sido vítima de insultos racistas de um jogador adversário. O clube lembra que não há espaço para o racismo na sociedade, no futebol ou em nossas vidas e conclama todos a se elevarem contra todas as suas manifestações pelo mundo”, declarou o clube em nota. 

Por conta da confusão em campo, que acabou gerando agressões verbais entre os jogadores e um tapa, assumido pelo brasileiro, na cabeça do adversário pelos insultos, Neymar e González podem ser penalizados e ficarem afastados por um período de tempo sem jogar pelos seus respectivos times.

“O Paris Saint-Germain conta com a Comissão Disciplinar da LFP para investigar e lançar luz sobre estes fatos. O Clube está à sua disposição para colaborar no andamento das investigações”, completou o clube parisiense.

O comitê disciplinar da Ligue 1, responsável pelo Campeonato Francês, se reúne na próxima quarta-feira (16) para discutir o caso.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Bahia Notícias / Foto: PSG