Papa diz que Amazônia precisa do “fogo de Deus”

“O fogo ateado por interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho”.

O Papa Francisco disse neste domingo, dia 06, que a Amazônia precisa do fogo de Deus e não do fogo ateado por interesses. A fala ocorreu durante a missa de abertura da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan Amazônica, celebrada na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

“O fogo ateado por interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho. O fogo de Deus é calor que atrai e congrega em unidade. Alimenta-se com a partilha, não com os lucros.” disse. Em sua fala, o pontífice também criticou os novos colonialismos. “Quantas vezes houve colonização em vez de evangelização! Deus nos preserve da ganância dos novos colonialismos”.

O Sínodo da Amazônia acontece até o dia 27 de outubro, com o tema “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. A celebração de abertura do evento teve início com a entrada de 185 padres sinodais, sendo 58 do Brasil. Também estavam presentes representantes de comunidades indígenas.

Metro 1/ Foto: José Miguel Gómez/ Fotos Públicas