OMS declara América do Sul como novo epicentro da Covid-19; Brasil é o país mais afetado

O diretor de emergências da OMS reforçou que a organização não recomenda o uso da cloroquina ou da hidroxicloroquina para tratar a doença.

O diretor do programa de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, declarou hoje (22) que a América do Sul se tornou o novo epicentro da pandemia de Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

O Brasil, país mais afetado do continente, registrou um recorde de mortes diárias ontem (21), com 1.188 mortes em 24 horas, segundo balanço do Ministério da Saúde. Mais de 20 mil pessoas já morreram no país de Covid-19.

“De certa forma, a América do Sul se tornou um novo epicentro para a doença, vimos muitos países sul-americanos com aumento do número de casos, e claramente há preocupação em muitos desses países, mas certamente o mais afetado é o Brasil neste momento”, declarou Ryan. “Em termos de resposta, nossos colegas na Opas [braço da OMS nas Américas] estão fornecendo ajuda direta ao governo e a muitos dos estados que estão sendo duramente afetados”, completou.

O diretor de emergências reforçou, também, que a organização não recomenda o uso da cloroquina ou da hidroxicloroquina para tratar a doença.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro 1/ Foto : Bruno Concha/Secom