No ar em novela da Globo, Monica Iozzi relembra época do CQC: ‘Ambiente pesado’

Ela confessou em entrevista ao site ‘Observatório da Televisão’ que o clima não era um dos melhores e por isso deixou o humorístico.

Nem tudo são flores ao relembrar o passado. Monica Iozzi que o diga. A atriz, que está brilhando como a Kim em ‘A Dona do Pedaço’, revirou o baú para resgatar as lembranças da época do CQC, programa que a revelou para o público, e confessou em entrevista ao site ‘Observatório da Televisão’ que o clima não era um dos melhores e por isso deixou o humorístico.

“Eu acho que, eu sempre fui muito assim, de pensar que a gente tem que a gente tem que estar feliz com que a gente está fazendo. Então, a minha busca é sempre essa, é sempre me sentir com o que eu estou realizando naquele momento. E eu era muito feliz no CQC, mas, também, chegou um momento que eu comecei a querer outras coisas, era um ambiente pesado”.

Monica, no entanto, credita os “momentos ruins” vividos no programa como o responsável para a mudança na carreira, do jornalismo para a dramaturgia.

“Então, eu falei ‘acho que deu, acho que eu cumpri o que tinha para cumprir, aqui. Vamos para a próxima. E eu estava sentindo muita falta de trabalhar como atriz, que essa é a minha formação. Era nisso que eu trabalhava antes de vir para a televisão. Eu fiz faculdade de artes cênicas. É a minha grande paixão”, contou.

A ex-CQC não é a única a lembrar do humorístico com um certo pesar. Em recente entrevista o apresentador Marcelo Tas revelou não ter interesse em voltar para a bancada do programa, caso haja um retorno.

“O apresentador do CQC eu não quero mais fazer. Nem se você fosse implorando até à minha mansão”, contou em entrevista ao ex-colega de trabalho Rafael Cortez.

Bahia.BA / Foto: TV Globo