Loja do Carrefour em São Paulo é destruída durante protesto antirracista

O ato foi em protesto pela morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado até a morte por seguranças do mercado em Porto Alegre.

Manifestantes atacaram uma unidade da rede de supermercados Carrefour, hoje (20), localizada dentro do Jardim Pamplona Shopping, na rua Pamplona, área central da cidade de São Paulo. O ato foi em protesto pela morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado até a morte por seguranças do mercado em Porto Alegre.

No momento em que os atos começaram, clientes realizavam compras no estabelecimento. Objetos foram atirados nas vidraças e foi ateado fogo no interior da loja. 

Do lado de fora, algumas pessoas também depredaram carros que estavam no estacionamento. Não há relatos de feridos.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro 1