Justiça nega pedido de Roberto e Erasmo Carlos para recuperar posse de 72 músicas

Os contratos foram assinados entre 1964 e 1987.

A Justiça de São Paulo negou o pedido feito pelos cantores Roberto Carlos e Erasmo Carlos para recuperar a posse de 72 músicas.

De acordo com o colunista Rogerio Gentile, do site ‘UOL’, entre as canções estão “Namoradinha de Um Amigo Meu”, “É Preciso Saber Viver” e “Se Você Pensa”.

O juiz Rodrigo Ramos, da 2ª Vara Cível diz que os contratos assinados por Roberto e Erasmo são bem claros e diferente do que os artistas alegam, eles comprovam que houve transferência dos direitos autorais para a editora Fermata. Os contratos foram assinados entre 1964 e 1987.

A única que foi recuperada pela dupla foi “Preciso Urgentemente Encontrar um Amigo”, por ter sido um contrato diferente. A decisão ainda cabe recurso.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Bahia.Ba