Jovem morre enquanto usava fones de celular ligado à tomada

A provável causa da morte apontada no laudo preliminar é por eletroplessão, morte causada por descarga elétrica.

A provável causa da morte apontada no laudo preliminar é por eletroplessão, morte causada por descarga elétrica

Paulo Victor Cochrane Chaves Torres, de 18 anos, morreu enquanto usava fone de ouvido conectado ao celular ligado à tomada na sua casa, em Paragominas, sudeste do Pará. O laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) indicou a hipótese de que o rapaz sofreu uma descarga elétrica. O caso ocorreu no final de semana. As informações são do G1.

O jovem era jogador amador de futebol e atuava em campeonatos municipais. No sábado (07/03), Paulo Victor tinha sido convocado para participar de um amistoso em um município vizinho. Ao acordar, o pai não viu o filho e pensou que ele já tinha saído para o jogo.

Segundo relatos de familiares, por volta de 18h o pai estranhou o sumiço de Paulo e começou a contatar amigos próximos na intenção de localizar o filho. Colegas de time relataram que o jogo tinha sido cancelado e o rapaz não tinha comparecido em momento algum ao local.
Mais tarde, às 22h, o pai de Paulo foi até a rua para acessar o quarto de Paulo pela janela, já que a porta estava trancada, e encontrou o corpo do filho debruçado sobre a cama.

O pai tentou reanimar o jovem, e após tentativas, o Corpo de Bombeiros foi acionado e os socorristas confirmaram a morte do jovem.

De acordo com a família, o corpo de Paulo apresentava sinais de queimadura. Os pais contaram que o rapaz tinha costume de usar fones de ouvido do celular com o aparelho ligado à tomada.

O laudo oficial do IML ainda não foi divulgado. A provável causa da morte apontada no laudo preliminar é por eletroplessão, morte causada por descarga elétrica.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

MacajubaAcontece