Jornalista morre após sofrer acidente na BR-242

A morte da jornalista causou comoção na região oeste, entre familiares, amigos e colegas de profissão.

O corpo da jornalista Bruna Pires, 31, será velado no Memorial Senhor do Bonfim, em Barreiras, 858 km de Salvador, e sepultado nesta terça-feira, 8, no cemitério Jardim da Saudade. Os horários ainda não foram divulgado pela família.

Ela morreu nesta segunda-feira, 7, depois de passar duas semanas internada no Hospital do Oeste (HO), vítima de acidente automobilístico na BR-242, quando sua mãe, Elizabeth Alves Pires, 61, morreu na hora.

A morte da jornalista causou comoção na região oeste, entre familiares, amigos e colegas de profissão. Como amiga, ex-professora e ex-colega de trabalho, a jornalista Nadia Borges citou que todos sentirão falta “daquela moleca cheia de vida e alegria, sonhos e ambições”.

Ao lamentar o ocorrido, ela disse que entende “que não perdemos Bruna. Ela nos deixa de presente, totalmente escancarada, toda a vibração, a vontade de aproveitar a vida. De viver intensamente. Como sempre, uma sapeca inteligente!”.

A Tarde