Gil Rocha emita nota após acusações na campanha política em Mutuípe

“Não devo nada a justiça, não estava fazendo nada de errado.” afirmou Gil Rocha.

“Em resposta a notícia que está sendo veiculada, o que tenho a falar é que não cometi nenhum crime, estou tranquilo quanto a isto. O que aconteceu foi que no dia 09/10 precisei ir em Salvador resolver questões de trabalho e minha tia me pediu para levar um dinheiro para ela. Apenas fiz um favor!

Fui parado pela PRF no entroncamento de Laje, estava sozinho em meu carro e assim que solicitado encostei o veículo, em momento algum resisti a abordagem ou empreendi fuga.

O material de campanha que estava no carro era uma sobra do que estávamos distribuindo nos comitês e uns que Pedrinho me deu.

O dinheiro não tem nada a ver com a campanha. Provamos a licitude do dinheiro na delegacia. Mas sem entender ainda, o delegado suspeitou de crime, que não existiu. Não devo nada a justiça, não estava fazendo nada de errado. Estou com minha consciência tranquila que tudo será esclarecido.”

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Mídia Bahia