Família feita de refém na Santa Cruz é liberada após negociação, suspeitos são detidos

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que os cinco homens são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de traficantes que atua na região do Nordeste de Amaralina.

A família que foi feita de refém na Rua Sete de Abril, conhecida como Alto do Areal, no bairro da Santa Cruz, em Salvador, foi liberada após negociação, na noite desta quinta-feira (15). Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que os cinco homens são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de traficantes que atua na região do Nordeste de Amaralina. Com o grupo foram apreendidas quatro pistolas.

Ainda segundo a SSP, A ocorrência se iniciou no final da tarde quando o quinteto foi avistado na região do Largo do Areal, na localidade da Santa Cruz, por guarnições da 40ª CIPM. Houve confronto e um militar acabou ferido na perna. Ele foi atendido no Hospital Geral do Estado (HGE) e não corre risco de morte.

Os cinco suspeitos ainda não identificados foram apresentados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

Varela Notícias