Ex-presidente do Vitória detona Campeonato Baiano: “Tem que acabar”

Segundo o conselheiro do clube e apoiador da gestão de Paulo Carneiro, o estadual só gera prejuízos.

“Tem que acabar”. Foi com essas palavras que o ex-presidente do Vitória, Ademar Lemos, se referiu a Campeonato Baiano nesta quarta-feira (4).

O dirigente, em entrevista ao apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, detonou a competição, organizada pela Federação Bahiana de Futebol (FBF).

Segundo o conselheiro do clube e apoiador da gestão de Paulo Carneiro, o estadual só gera prejuízos. “Não há profissionalismo no Baiano. Até a rivalidade (BaVi) não é a mesma de 30 anos atrás”, disse. 

O ex-dirigente ainda criticou a falta de receitas, falta de fiscalização da FBF e gramados de péssima qualidade para realização das partidas.

O presidente do Rubro-Negro, Paulo Carneiro, já anunciou que o clube disputará todo o Baiano com o time Sub-23. A equipe será comandada pelo treinador recém-contratado Agnaldo Liz. 

Já o time principal, comandado por Geninho, se concentrará na Copa do Nordeste e Copa do Brasil no primeiro semestre de 2020.

Foto: Galáticos Online