Em greve há três semanas, funcionários dos Correios realizam ato em Salvador

Movimento faz parte de uma agenda definida pela Federação Nacional da categoria, que cobra manutenção de acordo coletivo

Parados há três semanas, trabalhadores dos Correios realizam hoje (8) um ato em frente à agência central localizada no bairro do Comércio, em Salvador. Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba) tentam dialogar com os empregados que não aderiram ao movimento. Segundo a diretoria do Sincotelba, não há previsão de passeata ou carreata.

“Hoje a greve está forte. Tem unidades onde há um pouco acima de 30% do efetivo em atividade, é onde estamos indo conversar com os trabalhadores para convencê-los a aderir. A gente para, conversa, ouve os colegas. Alguns param, outros continuam, mas a gente continua na resistência. O movimento continua até conseguirmos uma mediação ou um acordo junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST)”, disse o diretor de comunicação do Sincotelba, André Aguiar, em contato com o Metro1.

O movimento de hoje compõe uma agenda definida pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), válida em todo o país. Também está prevista a realização de um Ato Nacional Unificado e de uma live.

Os empregados se opõem à exclusão de cláusulas trabalhistas pelos Correios após a expiração do acordo coletivo de 2019, além de pedirem a extensão do dissídio até 2021. Eles também reclamam das condições de trabalho em meio à pandemia.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Metro1/ Foto : Divulgação