Eleições podem ocorrer em 15 de novembro ou 6 de dezembro, afirma Maia

Na terça-feira,as duas casas do Congresso formaram um grupo para discutir a possibilidade de adiar as eleições.

Presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) adiantou nesta quinta-feira (21) que o Congresso Nacional estuda duas datas para as eleições municipais em caso de adiamento: 15 de novembro ou 6 de dezembro, ambas em um domingo. As informações são do iG.

Maia comentou sobre a questão em entrevista após a reunião do presidente Jair Bolsonaro com governadores, que contou ainda com a presença do presidente da Câmara e de Davi Alcolumbre (DEM/RJ), presidente do Senado e do Congresso.

Na terça-feira,as duas casas do Congresso formaram um grupo para discutir a possibilidade de adiar as eleições. Novas datas serão definidas por mudança na lei. Pelo calendário oficial pré-pandemia, a votação neste ano seria em 4 e 25 de outubro, no caso de segundo turno.

Segundo Maia, caso se confirme a prorrogação, o intervalo para o segundo turno deve ser menor, “para dar tempo de fazer a transição, da prestação de contas”. Rodrigo Maia avalia como arriscada a prorrogação de mandatos dos atuais prefeitos e vereadores. “No futuro alguém pode se sentir muito forte, ter muito apoio do Parlamento e prrorgar seu próprio mandato”, argumentou. ” Sou radicalmente contra.”

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Foto: Maryanna Oliveira/Agência Câmara