CNMP forma maioria para afastar Dallagnol, mas julgamento pode ser suspenso

Julgamento marcado para o dia 18 deve ser suspenso devido a possível de pedido de vista do processo contra coordenador da Lava Jato

O Conselho Nacional do Ministério Público pode adiar o julgamento do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato. A sessão está marcada para o dia 18.

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo, um dos integrantes do colegiado deve pedir vistas do processo. Apesar disso, conselheiros contrários a Dallagnol devem antecipar o voto pela remoção do procurador da força-tarefa do Paraná.

A expectativa é que 6 dos 11 integrantes do colegiado votem pela transferência do procurador para outras funções. Independentemente do pedido de vista, os votos já sinalizados podem causar situação política desfavorável a Dallagnol.

Se isso acontecer, reforçará a estratégia do procurador-geral da República, Augusto Aras, de esvaziar a liderança de Dallagnol, de acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo. O chefe da PGR considera a possibilidade de dividir a força-tarefa em quatro grupos, para tirar o protagonismo de Dallagnol. Essa decisão deverá ser tomada em setembro, quando vence o prazo da operação.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Bahia.ba/ Foto: José Cruz