Esportes

Cafú tem bens bloqueados pela Justiça por suspeita de participação em golpe

O bloqueio foi feito para reparar as possíveis lesões financeiras das vítimas do golpe.

O ex-jogador Cafú, teve R$ 3 milhões e bens bloqueados pela Justiça de Goiás após suspeita de envolvimento com um esquema de pirâmide financeira.

Segundo o G1 Goiás, Marcos Evangelista de Morais estaria participando da negociação de bitcoins, as moedas virtuais, e é apontado como embaixador da empresa Arbcrypto, responsável pelo crime. O bloqueio foi feito para reparar as possíveis lesões financeiras das vítimas do golpe.

A liminar foi assinada pelo juiz Aureliano Albuquerque Amorim, na terça-feira (21), após uma ação civil coletiva movida pelo Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo de Goiás (Ibedec).

Além do bloqueio de bens e do dinheiro, a Justiça ainda determinou a paralisação das atividades da empresa por meio físico e virtual.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

A Voz é Aqui/ Foto: Reprodução

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo