Bahia registra nos primeiros seis meses de 2020 mais casos de H1N1 do que no ano passado

A terceira fase da vacinação contra a H1N1 começou no dia 9 de maio e está em andamento.

A Bahia registrou mais casos de H1N1 nos primeiros seis meses de 2020 do que em todo o ano passado, segundo dados divulgados ao G1 pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), nesta sexta-feira (31).

Conforme levantamento da Sesab, nos primeiros seis meses deste ano, foram registrados 156 casos de H1N1 e 11 mortes provocadas pela doença. Nos 12 meses de 2019, foram 96 casos e 13 mortes. Entre janeiro e junho do ano passado, foram 84 casos e 13 mortes.

No dia 25 de julho, uma criança de quatro anos morreu no Hospital Vida Memorial, em Ilhéus, na região sul da Bahia, com suspeita de Influenza H1N1.

A terceira fase da vacinação contra a H1N1 começou no dia 9 de maio e está em andamento. Segundo a Sesab, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade, são o público alvo.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

G1/BA / Foto: Prefeitura de Boa Vista