Bahia chega à marca de 1.800 mortos pelo coronavírus

Na Bahia, 8.264 profissionais da saúde foram infectados pela covid-19.

A Bahia atingiu a marca de 1.800 mortos pela covid-19 nesta segunda-feira (29), quando 52 novas vítimas foram contabilizadas pelo boletim diário divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Em 24h, o estado teve o registro de 972 novos casos de infectados pelo vírus, chegando a 69.467 confirmações. Deste total, 23.721 estão com a doença ativa e 23.721 se curaram – 874 contabilizados de ontem para hoje.

Os casos confirmados ocorreram em 385 dos 417 municípios baianos, segundo a Sesab. Desse total, 32.599 são de Salvador (47,24%), cidade com maior número de pessoas infectadas. Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.800,79), Ipiaú (1.506,33), Gandu (1.484,43), Uruçuca (1.203,76), e Itabuna (1.164,98).

Foram descartados ainda 159.204 casos e outros 72.067 seguem em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira (29).

Na Bahia, 8.264 profissionais da saúde foram infectados pela covid-19.

Taxa de ocupação


Dos 2.284 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus na Bahia, 1.385 estão ocupados – ou seja, 61%. Em relação aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 916 exclusivos para a covid-19, 705 vagas estão preenchidas (77%).

Vale lembrar que esse número muda a todo instante, com a alta, transferência ou óbito de pacientes. Além disso, intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. A Sesab pontua ainda que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram