Após GP de Eifel, Fórmula 1 tem mais oito casos de Covid-19

Os casos surgiram após a realização do GP de Eifel no último domingo (11).

Oito novos casos de Covid-19 foram diagnosticados na Fórmula 1 durante a última semana de bateria de exames realizados entre o dia 9 de outubro e a última quinta-feira (15). Os casos surgiram após a realização do GP de Eifel no último domingo (11).

Mais de 1.500 testes foram realizados desde a preparação para a corrida de Nurburgring e oito novos casos de infecção pelo coronavírus foram divulgados pela Fórmula 1 e pela FIA. Pelo protocolo, pilotos, equipes e funcionário de apoio são testados a cada cinco dias pela categoria para um maior controle dos diagnósticos e prevenções.

Os novos casos divulgados nesta sexta-feira (16)  já foram isolados, enquanto pessoas que tiveram contato com pelo menos um dos contaminados ficaram em uma bolha para realizar novos exames. Durante o GP de Eifel, a Mercedes anunciou que dois dos seus colaboradores estavam com o vírus. 

Desde o GP da Rússia, que recebeu parte do público durante os treinos e prova, a F1 vem tendo casos de contaminação pelo coronavírus. Após a edição, a categoria teve o recorde de dez contaminações em uma semana. Segundo a FIA, a presença de espectadores nas últimas corridas não tem relação com os resultados de testes positivos para a Covid-19 entre os funcionários da categoria e das equipes.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

Bahia Notícias