Após estabilidade no nº de casos da Covid-19 na BA, governo diz que platô definitivo só deve ocorrer em junho

Um dia após governo anunciar estabilidade, Bahia registrou quase 900 novos casos de infectados. Governo explica que taxa estável refletiu antecipação de feriados.

Um dia depois do governo do estado citar a estabilidade na taxa de crescimento de casos da Covid-19, a Bahia registrou na quinta-feira (28) quase 900 novos casos de pacientes infectados pela doença.

Durante quatro dias, o estado atingiu uma estabilidade na taxa de crescimento de casos ativos, momento chamado tecnicamente de “platô”. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) explicou que essa estabilidade refletiu a antecipação de feriados, e que o platô definitivo só deve ser atingido na segunda quinzena de junho.

Conforme o gráfico do avanço do novo coronavírus no mês de maio na Bahia, o número de casos ativos da doença estava em curva ascendente e chegou ao pico no dia 24. A partir de então, o pico se manteve estabilizado.

Apesar do otimismo de melhora no cenário, o secretário de saúde do estado, Fábio Vilas Boas, explicou o atual momento na Bahia.

“A expectativa é de que devamos atingir um platô definitivo em meados de junho, que deva demorar umas duas semanas para depois vir a cair. Isso é reflexo do que acontece habitualmente com síndromes gripais no nosso estado. Normalmente, as síndromes gripais atingem um pico na 22ª semana epidemiológica do ano, que é lá para 15 a 20 do mês de junho”, explicou o secretário

As autoridades públicas reforçam os pedidos de prevenção, apesar da estabilização dos casos. Os especialistas também alertam que a curva de contágio reflete muito a maneira como a população se comporta com relação ao distanciamento social, uso de máscara e higiene.

“Essa curva responde às pessoas. Ela não é uma curva fria, matemática. Ela depende no nosso comportamento”, afirma o infectologista Antônio Bandeira.

Siga o Recôncavo no Ar nas redes sociais e fique por dentro de todas as informações e transmissões ao vivo na nossa página oficial.

Facebook e Instagram

G1 Bahia/ Foto: Reprodução/TV Bahia